03/12/2016

Dicas e cuidados para se prevenir da dengue

O número de casos de infecção, e mortes, causados pelo mosquito da dengue (Aedes Aegypti) vem crescendo de forma terrível, e só em 2015 esse número quase que triplicou de forma espantosa. Da quantidade de pessoas que contraem dengue, metade delas contraem dengue hemorrágica, o caso mais grave da doença. Porém, se mais pessoas tomassem os cuidados e as medidas necessárias esse número poderia diminuir, evitando-se milhares de mortes causadas pelo mosquito todos os anos.

Vejamos algumas dicas para se prevenir do mosquito da dengue:

 

Repelente:

O uso de repelentes é essencial para afugentar a fêmea, pois é ela quem ataca. O cheiro forte do produto na nossa pele a afasta, então, use-o a cada duas horas, não exceda o número de 3 vezes por dia, não use o produto em crianças menores de 2 anos, para os pequenos, dessa idade para baixo, prefira usar óleo infantil e para os maiores escolha repelentes infantis. Use o repelente também quando estiver na piscina de sunga, pois seu corpo estará mais exposto, o mesmo vale para as crianças.

Vasilhas de animais - troque a água todos os dias e lave a vasilha antes, pois o mosquito se instala no local em questão de minutos e trocando a água do seu bichinho todos os dias evitará que ele se aloje ali.

Outros objetos:

Segundo pesquisadores, o mosquito tende a atacar somente durante o dia, mas não podemos dar vacilo. A maneira mais eficiente de se impedir que o mosquito invada a sua casa é não deixar água acumulada em locais acessíveis ao mosquito como garrafas, pneus, calhas, baldes, vasos de plantas, etc.

O mosquito da dengue também é o transmissor de outras doenças como zika virus e chikungunya, então, o melhor mesmo é se prevenir e, com as dicas acima, não permitir que o mosquito se multiplique.